AS INFINITAS MANIFESTAÇÕES DIVINAS Ou ASPECTOS DA DIVINA CONSCIÊNCIA CÓSMICA – UMA É VOCÊ

Para que possam entender a base de tudo o que existe nesse Universo, vou começar a citar uma frase de um dos maiores cientistas e gênio que esteve entre nós: “NA NATUREZA NADA SE CRIA, NADA SE PERDE, TUDO SE TRANSFORMA.” Bela frase de um dos maiores emissários da espiritualidade que veio à Terra para “descobrir” essa LEI UNIVERSAL: ANTOINE LAVOISIER, nasceu na França em 26 de agosto de 1743 e desencarnou aos 51 anos de idade, portanto em 1794.

Lavoisier foi um dos pioneiros da química, fisiologia, economia, agricultura, administração pública e educação. Ele nasceu rico! Seu pai era um rico negociante, proprietário de muitas terras. Estudante brilhante, na juventude começou a estudar Direito, mas ao assistir uma aula de química, se apaixonou. Só para vocês terem uma ideia do gênio que ele foi, aos 22 anos recebeu a medalha de ouro da Academia de Ciências da França, e aos 25 anos tornou-se membro dessa Academia.

Essa introdução com Lavoisier é para alicerçar o que vocês vão ouvir nesses próximos minutos, e creio que muitos sairão daqui diferentes, despertando para uma realidade escondida de todos nós durante milênios!

Voltemos à Lei Universal descoberta por Lavoisier, só que agora eu vou reduzi-la: NA NATUREZA NADA SE CRIA, TUDO SE TRANSFORMA.

Por que estou insistindo nessa lei Universal? Por que, como já disse, ela é a base científica sustentadora do que vou revelar nessa palestra.

Agora vou falar da base espiritualista, que também sustenta a minha palestra. Eu falo palestra no lugar de tese, ou teoria, como muitos dizem sobre o que falam, mas o que eu vou revelar não é teoria ou tese, é a verdade de quem somos, ancorado nas duas bases citadas: científica e espiritualista.

Voltemos à espiritualista. Em todas as religiões que eu conheço, inclusive na decodificação da doutrina espírita, falam sobre a criação do mundo, que antes da criação não havia coisa alguma, ou seja, nada, além de Deus, O Criador, que eu chamo de DIVINA CONSCIÊNCIA CÓSMICA, ou A FONTE, ou A FONTE DE TUDO O QUE É, ou ENERGIA PRIMORDIAL.

A FONTE DE TUDO O QUE É, ou ENERGIA PRIMORDIAL são bem apropriadas para servirem como a 3ª âncora da minha revelação, que muitos aqui já sabem, e muitos outros já estão desconfiando, mas outros ainda estão “boiando”.

Vejam bem, se pelas religiões não havia coisa alguma antes da criação do mundo, só existia Deus, O Incriável, então como foi criado o mundo que conhecemos? Segundo a Lei Universal, descoberta por Lavoisier, nada se cria, tudo se transforma, mas se havia nada, como do nada sai um mundo?

As religiões dizem que só pela vontade de Deus. Deixem-me só concertar uma coisinha aqui. As religiões dizem Deus, masculinizando a Fonte! BLASFÊMIA, como gostam de gritar certos padres! DEUS NÃO TEM SEXO!

Vamos usar uma coisa que está na moda, que eu detesto, mas está na moda! O politicamente correto! Isso me dá arrepios! Então vamos chamar de Deusa/Deus, e coloquei a Deusa na frente, pois vejam só as demais designações: A FONTE, A FONTE DE TUDO O QUE É, A DIVINA CONSCIÊNCIA CÓSMICA. Mas ai grita um homem: O CRIADOR! E eu digo: chega de machismo, vamos equilibrar as energias femininas com as masculinas, sem poder uma sobre a outra. Mas estou me desviando do assunto. Voltemos ao tema.

Como do nada sai um mundo? E Deusa/Deus criou o verbo e gostou! Então era muda/o? Criou a luz e gostou! Estava no escuro? Isso tudo foram coisas necessárias para que o povo ignorante, sem qualquer tipo de conhecimento da espiritualidade pudesse “entrar nos eixos” e seguir a vida dentro de parâmetros religiosos, ditos civilizados, e parar de matar, roubar, cobiçar, odiar, etc., sendo “temente a Deus”, do Deus vingativo, aquele que punia os pecados com o inferno. Isso foi implantado pela espiritualidade que governa a Terra, há milênios atrás, mas até hoje ainda matam, roubam, cobiçam, odeiam e muitos ainda são tementes a Deus, que é puro amor e jamais puniu.

Assim do nada a Deusa/Deus criou o mundo! Mas e a Lei Universal descoberta por Lavoisier? Será que o mundo começou já indo contra a lei, e por isso esse nosso mundo é assim, com poucos obedecem às leis?

NÃO! O mundo não foi criado assim! O mundo foi criado pelo Criador Primordial. Tenho que parar aqui para explicar por que eu usei a expressão “Criador Primordial”. Esse nome eu não tinha citado! Mas ele revela outra coisa: não mais existe somente um “Criador”, uma “Fonte”, existem mais, mas o “Primordial” é um só, a “Fonte de tudo o que é” é única, no seu início. Mas isso eu vou explicar mais para frente, pois tenho que seguir a lógica da palestra.

Vou ter que abrir um parênteses aqui para explicar o porquê de tantas informações fora da sequência da palestra. Depois eu volto à Deusa/Deus criando o mundo que vocês conhecem. Digo isso, pois há outros.

Em julho desse ano de 2018, eu fui, finalmente, visitar uma amiga que incorporava uma entidade de muita luz. Digo finalmente, pois tentava ir a alguns anos e nunca conseguia por diversos motivos. Mas como nesse mundo nada é por acaso, fui na hora certa. Esse Espírito de muita luz é da 9ª dimensão, e se traveste como Vó Mariah da Lágrima de Cristo. Na minha vez de conversar com essa linda entidade, em algum ponto da “conversa” ela apontou o dedo indicador para a minha cabeça, e perguntou: – O que você está fazendo com tantas informações dentro dessa cabecinha?

Vejam bem, para mim não foi novidade alguma, pois desde que me despertaram, e mais para frente falarei sobre isso, passei a estudar e pesquisar o que é esse mundo em que vivemos. Então são pouco mais de 11 anos procurando por respostas, e recebendo também as respostas de que eu já sabia, mas devido ao véu desse orbe, eu esqueci! E é exatamente por isso que estou sempre dando apartes na minha sequência. São muitas informações aflorando, querendo passar para vocês, pois está na hora de todos saberem realmente quem somos e o que está para acontecer com todos. Mas voltemos para a lógica da palestra.

Então, como o Criador Primordial criou esse mundo se não havia coisas para usar, para transformar, obedecendo a lei universal? O que a Divina consciência Cósmica usou para transformar se só existia a energia primordial? Ora, usou uma centelha da Sua Energia Primordial! Não é lógico?

Esse tempo todo para informar uma coisa lógica, mas se eu não desse todas as informações que dei, não chegaríamos nessa lógica!

Então qual a conclusão que chegamos com essa lógica? A conclusão lógica é que tudo é divino, pois toda a criação começou com uma Centelha Divina, e essa Centelha foi se transformando, obedecendo a Lei que Lavoisier descobriu! Então a Fonte foi soltando suas centelhas, combinando-as e criando assim tudo o que vemos e o que não vemos. Então todos aqui são Centelhas Divinas, são Deusas/Deuses em sua essência. Por isso existe a expressão tão falada no mundo esotérico, ou místico, que SOMOS TODOS UM! Esse UM é a essência divina de cada coisa que você vê, sente ou nem vê e nem sente, pois até o ar é em essência, divino. Tudo o que existe é divino, é sagrado, até os insetos, etc..

Olhem para os lados, para frente, para trás e vejam os infinitos aspectos da Criação experienciando a vida em suas infinitas formas. Vivendo infinitas experiências através de você. E vocês sempre pensaram que eram personalidades próprias, vivendo a sua experiência, passando por dores e por alegrias, mas é o Nosso Criador se divertindo através de Suas criações.

E Ela/Ele ama isso, e ama cada aspecto Dela/Dele. E vou lhes dizer uma coisa inteiramente nova. A Divina Consciência Cósmica, da qual nós somos parte, não interfere em nossa evolução, ou a evolução Dela.

O Criador foi usando o: “e se eu fizesse assim, o que sairia?” E a curiosidade Divina formou o mundo inicial, e depois A Fonte foi observando a sua criação se desenvolver! SOZINHA! Caso a Fonte interferisse em tudo, qual a graça que teria? Ela passou a observar o que acontecia com as diferentes reações químicas e físicas de sua criação, até chegar num ser do reino mineral, devido certas reações químicas. Então resolveu dar-lhe consciência, e usou centelhas da Divina Consciência Cósmica. Assim foi observando a criação do reino mineral, vegetal, elemental e animal. É evidente que dava uns toques divinos em suas criações, tal como um pintor ao pintar uma tela. Ele observa o trabalho, e onde acha que pode melhorar, vai lá e dá o seu toque de gênio. Isso quer dizer que toda a sua criação está sob o Seu controle, mas o que não lhe agrada, é refeito e concertado até chegar à perfeição de sua obra.

E do reino animal, através da evolução, chega-se às criaturas sencientes. E as criaturas sencientes que habitam esse Universo têm todas as formas do reino animal, que evoluíram de suas formas originais.

Na Terra, esse planeta que habitamos no presente momento, as criaturas sencientes mais evoluídas são os humanos! Não o corpo que “vestimos”, mas a alma que temos. Tudo o que existe no mundo tem um tipo de energia, que nos humanos chamamos de alma. Os animais, os vegetais e os minerais, todos esses reinos têm a sua espécie de alma. Todos os seres desses reinos sentem, pois tem uma vibração energética, e como nós também as temos, e emanamos frequênciais de acordo com o nosso estado vibracional, o encontro entre essas frequências são sentidas por ambas as partes. Os sensitivos podem sentir o calor de uma planta, sentir as emanações energéticas de certas plantas, e as plantas também sentem as nossas vibrações, tal como certos animais que não só sentem como veem a nossas auras.

A evolução física das espécies depende totalmente das condições físicas e químicas de cada astro. Há espécies que vivem em planetas que não tem oxigênio, cuja atmosfera é constituída de gazes que são nocivos a essa espécie biológica que nos serve de vestimenta. A diversidade de tipo de vestimenta biológica é imensa. Há seres bem mais evoluídos que os humanos, vivendo ainda em dimensões que necessitam de corpos físicos – nem sempre com as mesmas densidades – que são evoluções de insetos, de répteis, de moluscos, de felinos, de aves, de cetáceos, ou seja, de todos os tipos de seres que conhecemos aqui na Terra como seres “inferiores”, e mesmo de seres que jamais foram vistos por qualquer humano na Terra.

Como se dá a evolução. A alma, é uma parte do Espírito Superior, o EU SOU, que habita a sua Mônada. O EU SOU é a ligação com a Fonte. O EU SOU se subdivide, em 12 super almas, e cada super alma se subdivide em 12 almas, e você é uma dessas almas do seu EU SOU, ou seja 1/144.

Cada alma sai de sua divindade e vai se condensando e abaixando a sua vibração até poder habitar um mineral, para começar a experienciar a evolução em todos os seus estágios! Estou falando de almas que estão humanas hoje, pois há manifestações de vida que jamais tiveram ou terão um corpo, seja em qualquer dimensão. Assim a alma vai evoluindo, e sai do mineral e vai experienciar a evolução como vegetal, depois como um ser elemental, depois como um animal, e finalmente como um ser senciente, que no caso da Terra é um humano, ou derivado dos humanoides, para os geneticistas cósmicos.

Ao atingir esse nível de evolução, a alma veste uma vestimenta biológica de acordo com as condições do orbe que habitará. Lembrando também que cada orbe tem uma alma, que escolheu outra forma de evolução e a sua vestimenta é o planeta, ou satélite, ou estrela, etc..

Como tudo no Universo evolui, os astros também evoluem, e os seus habitantes também devem evoluir. Mas nem sempre há o casamento perfeito entre a evolução dos astros, no nosso caso o planeta Terra, e a sua civilização, então quem não evoluiu o suficiente em sua vibração, e não atingiu a vibração mínima para acompanhar a evolução do planeta, tem que ser deslocado para outros planetas que vibram de acordo com a sua vibração atual.

São os chamados exilados. Na Terra hoje há diversas ondas de exilados de outros orbes que evoluíram, e os integrantes dessas ondas não alcançaram a vibração necessária para ficarem nos planetas em que viviam.

Aqui há alguns integrantes de ondas vindas de planetas das Plêiades, conhecidos como pleiadianos. Uma das maiores ondas de almas que veio para a Terra, foram os Capelinos, que vieram de Capela. Estive em Capela auxiliando Jesus na explicação aos que seriam exilados sobre o porquê desse exílio, consolando-os e mostrando que não era castigo, e sim obedecendo a Lei Universal da Evolução, pois se ficassem em Capela, suas energias não seriam compatíveis com as novas energias do planeta, e eles explodiriam, podendo até deixar de existir, o que seria a verdadeira morte, pois as suas energias poderiam ser reintegradas à Fonte. Há na Terra mais seres que auxiliaram Jesus nessa tarefa em Capela, pois viemos juntos com essas levas de almas.

Agora estamos na Terra para fazer a mesma coisa que fizemos em Capela, que é explicar o que estará acontecendo com a Terra, e que já está em andamento.

Os Espíritas gostam de chamar a Terra como uma escola, e acho bem interessante essa comparação. Sim, vamos admitir que estamos chegando no fim de um ano letivo, que duraram milênios para essa onda de vida. No fim de cada ano letivo temos provas finais, e assim quem não estudou direito as lições que vieram aprender, vão repetir de ano, só que em outras escolas, de acordo com o aprendizado de cada um. Isso é uma maneira de explicar que ao não atingirem a vibração necessária para acompanhar a evolução de Gaia, o espírito que habita a Terra, terão que ser removidos para outros planetas que vibram igual a vibração de cada um.

É a chamada separação que está na Bíblia: a separação do joio do trigo. O trigo fica na Terra que está evoluindo para a 5ª dimensão, e o joio vai para outra escola ainda da 3ª dimensão. Como podem ver, não é castigo, é colheita. Só colhemos o que plantamos. A semeadura é opcional, devido ao livre arbítrio, mas a colheita é obrigatória.

E qual a principal lição a que viemos aprender aqui? Jesus chegou a encarnar para trazer essa lição! O AMOR. Essa foi a principal, mas as outras também são importantes. Entre elas, não seja intolerante com as diferenças, sejam elas quais forem.

Queridas e amadas almas irmãs, eu comecei essa palestra falando sobre o que somos! Temos todos a mesma origem, somos todos UM com a Fonte, cada um experienciando uma evolução com as suas próprias características. Cada um que está aqui já foi gay, marginal, beato, professor, mendigo, negro, branco, índio, amarelo, mestiço, bruxo ou bruxa, já morreu na fogueira, afogado, esmagado, dormindo, ou seja, já tiveram diversas experiências que o seu vizinho está passando agora, pois a que você está vivendo agora, ele viveu ontem, ou viverá amanhã! SOMOS TODOS IGUAIS, SOMOS TODOS UM! Só estamos experienciando as mesmas coisas em tempos diferentes.

E se não aceitarem o próximo como ele é, não amar a todos como são, terão que aprender em outras escolas, e que são bem piores aparelhadas do que essa. E até é possível, como creio ser até certo, que perderão essa vestimenta humana. Ai aparece aquela expressão bíblica: “ranger de dentes”. Quando eu li sobre isso, sobre alguns dos planetas de exílio dos atuais terranos que serão exilados, eu chorei. O “ranger de dentes” se dará nos astral desses planetas, pois antes de encarnarem, o que será um bálsamo, uma vez que esquecerão quem realmente são e de onde estavam antes do exílio, terão que esperar que os seus períspiritos sejam modificados pelos engenheiros geneticistas para se adaptarem à nova vestimenta biológica, que não será humana, como eu já disse.

Agora vamos mostrar a nova Terra! Quem for trigo, quem tiver a consciência de quem é e quem são os seus vizinhos, e todos que habitam esse planeta, inclusive os animais, os vegetais e os minerais, não esquecendo os queridos seres elementais, tão importantes na vida biológica do planeta, quem tiver amor no coração, viverá no “paraíso perdido”. Onde não haverá mais a cabala escura governando o mundo as escondidas, aprisionando a civilização na pobreza e, principalmente na ignorância, pois ensinam tudo errado, escondem tecnologias avançadas que facilitariam a vida de todos, além de envenenarem o ar, a água, os alimentos, os remédios, controlando as mídias e até as industrias de divertimento, onde através de filmes colocam os nossos irmãos cósmicos como malfeitores e invasores, quando eles mesmo se associaram com raças cósmicas que só ofereceram poder, armamento em troca de utilizarem os humanos como cobaias e comida!

Mas isso é papo para outra palestra, e talvez até já falaram sobre esse tema aqui nesse DIALOGO COM O UNIVERSO.

E quem sou eu na verdade cósmica? Até recentemente éramos aconselhados a não nos mostrar em nossa verdadeira identidade. Até mesmo alguns de nós não podíamos ter toda a verdade revelada, por diversos motivos, entre eles a nossa própria segurança.

Mas antes tenho que lhes comunicar que jamais a espiritualidade deixou a civilização da Terra sem algum ser de luz, para que lhe servisse como orientador na condução de suas vidas rumo a evolução. Às vezes vinham espíritos de altíssima vibração, tais como Mestre Jesus, Mestre Buda, Mestre Francisco de Assis, Mestre Chico Xavier, Mestra Teresa de Calcutá, e tantos outros que nem foram reconhecidos como orientadores espirituais, e alguns que também não deram certo!

Um exemplo de um emissário da luz que deu errado foi Napoleão Bonaparte! Esse espírito de luz foi enviado para recuperar a França depois da carnificina durante a revolução francesa. Veio com toda a sua energia aflorada, mas o véu da carne embotou a sua visão espiritual, e ele aproveitou a sua grande força espiritual para deflagrar guerras por toda a Europa. Como vemos a espiritualidade também não é infalível.

Vou citar dois exemplos de ações da luz que deram errado. Uma afundou um continente e acabou com uma civilização, quando deveria ter feita a sua evolução! Foi na época da Atlântida, quando Gaia deveria ter ascensionado, mas os planos deram errado por nossa culpa exclusiva! Digo nossa, dos Trabalhadores da Luz que estavam já naquela época para auxiliar o planeta e a civilização na ascensão para a 5ª dimensão, mas os trabalhadores da luz em pleno exercício de seus poderes usaram esses poderes em causa própria, deflagrando a extinção da civilização.

Mas agora, esses mesmos trabalhadores da luz acordaram para a sua real missão e estão trabalhando em prol de Gaia e de sua civilização, esclarecendo o que é a vida, o que é a ascensão, e trabalhando para aumentar a vibração do planeta e do coletivo.

No meu caso, durante toda a minha vida, jamais soube de minha condição de Mensageiro da Luz, e mesmo quando me acordaram para a verdade, duvidei durante 3 meses, nos quais quase enlouqueci. Sempre fui um buscador da verdade, desde criança. Li sobre diversas religiões e só me aquietei quando li O Livro Dos Espíritos, de Allan Kardec. Só nele consegui entender a lógica da vida! Eu nunca aceitei as lógicas da religião católica, que foi a que me introduziram na minha infância. Questionava tudo, e não tinha respostas além daquela: tenha fé meu filho! Como fé nas coisas não lógicas? Como Deus manda o seu único filho para morrer na cruz? Que Deus era esse? Deus para mim, mesmo criança, era amor, era o pai de todos. Na minha infância Deus era aquele barbudo sentado nas nuvens, que punia os pecadores com o inferno eterno! Mas eu questionava isso. Como inferno eterno? Por isso comecei a estudar as religiões, e de todas as que mais se aproximava de uma lógica era a budista. Mas ao ler Kardec, obtive as minhas respostas, pois foi escrito da mesma forma que eu questionava a vida! As minhas perguntas estavam lá, e com as respostas, e lógicas!

Tornei-me espírita. É sempre o primeiro passo para ser espiritualista, pois há lógica, sem precisar de fé cega!

Durante a minha vida foi sendo me mostrado diversos fenômenos espirituais, chamados de paranormais. Sai do corpo, conversei por telepatia, senti cheiro de espírito, tive algumas visões, algumas intuições, mas tudo somente uma vez, como se fosse para me mostrara que o fenômeno existia, mas que eu não tinha autorização de usar ou fazer.

Somente depois de ser desperto, literalmente por uma entidade extrafísica, que me abordou numa madrugada, em fevereiro de 2007, é que comecei a entender certas coisas que me aconteceram durante a minha vida. Era por volta das 3 horas da madrugada, quando fui acordado por uma voz que falava sem parar! Fiquei furioso por ser acordado em plena madrugada, e pensava que fosse o vizinho conversando na varanda. Mas a voz era diferente, suave, até gostosa de ouvir, ai pensei que estava sonhando, mas não estava, pois eu estava literalmente acordado. Cheguei a me beliscar para ter certeza de que eu estava ouvindo aquela voz acordado! Era uma voz suave, quase cantada, e passava uma mensagem. Comecei a prestar atenção e vi que se tratava de uma voz extrafísica! Era algum espírito falando comigo! Mais uma experiência espiritual, pensei. Mas ai veio a revelação! A voz disse que eu era um Mensageiro da Luz! E que eu devia procura o “fulano de tal”, me deu 3 nomes, como Rogério Fonseca da Silva (inventei agora, não lembro mais o nome certo) para informar que ele também era um Mensageiro da Luz, e que estava na hora de despertar para trabalhar! A voz disse mais algumas coisas lindas e se despediu! Logicamente que não dormi mais! Eu, um Mensageiro da Luz! Que coisa mais doida! Mensageiro da luz, no meu entender naquela época, devia ser um santo, e eu estava bem longe disso! Era, e sempre fui, um ser comum, com desejos, com defeitos, pecadoooorrr!

Assim que clareou, levantei que nem um zumbi, pois não tinha mais dormido e fiquei remoendo aquela mensagem. E isso durou 3 longos meses, e eu sempre duvidando da minha sanidade. Estava quase enlouquecendo, quando numa tarde, as 17 horas de uma quinta-feira, em Maio de 2007, sentado na frente do computador resolvi que essa questão tinha que ter um fim, ou eu acabaria louco.

Então pensei: “Se vocês tiveram a capacidade de me acordar e me fazer ouvir a mensagem de que sou um Mensageiro da Luz, terão que ter a capacidade de confirmar agora. Ou confirmam, ou largo tudo e continuo a minha vida normal.” Se é que eu poderia continuara a ser normal, e se é que eu ainda saberia o que seria normal para mim.

No mesmo instante veio algo dentro da minha cabeça, me mandando levantar e olhar pela janela! Era uma tarde bonita, de sol, sem nuvens, 5 horas da tarde, e o que vejo? Sempre quis ver, desde criança, e agora veio como resposta ao meu questionamento! Naquela época ainda era, para mim, um disco voador! Hoje eu chamo de nave, pois disco não voa! Lá estava ela, igual a uma bola de futebol americano, até na cor. Voando baixo, devagar, só para eu ver! Mas bem nítido, para que eu não pudesse confundir com qualquer outra coisa que não fosse uma nave.

Foi só eu pensar que era a confirmação, era a resposta que eu queria, a nave entrou atrás de um prédio e sumiu. A primeira coisa que veio na minha cabeça foi: “E agora, o que faço?” Me lembrei de parte da mensagem, que pedia para eu entrar em contato com os demais “mensageiros”, para nos reunirmos e fazer uma série de coisas que nos orientaram.

Lembrei-me do nome do homem que ele pediu para eu avisar. Entrei com o nome dele na internet, bendita internet, e acabei localizando alguns com o mesmo nome, mas não foi difícil estudar o perfil de cada um, e assim cheguei nele, através de um e-mail. Redigi uma carta e mandei para ele. Jamais recebi a resposta. O cara deve ter achado que eu era um louco! Não sei se após tantos anos, a espiritualidade conseguiu despertá-lo. Ainda há muitos enviados que não conseguiram despertar para a missão. Por isso fomos num total de 144 mil enviados para essa missão, já sabendo que muitos não despertariam.

E somente aqui em Curitiba que fiquei sabendo que eu fui retirado do Rio de Janeiro pela espiritualidade.

E aos poucos me foi sendo revelado quem sou eu no mundo espiritual. Cada revelação foi sendo feita de uma maneira diferente, e não vou citar todas por total falta de tempo, mas quem sou eu fora da Terra?

Primeiro, nem desse Universo eu sou, assim como alguns que conheço aqui em Curiitba. Dos 3 que conheço, somente uma é de Curitiba, e os outros dois também foram “trazidos” para cá. Nós somos do Universo Magnético e viemos para esse Universo na legião de Anjos da entidade chamada de Kryon. Nesse Universo trabalhei em um planeta aquático, com uma forma bem similar a mostrada no filme “A Forma da Água”. Trabalhei nas Plêiades, e como já disse, como auxiliar de Jesus em Capela, na forma humana.

Devido ao meu trabalho, assim como dos demais, somos convocados para trabalhar junto a certas entidades ou Comandos, então, na espiritualidade, quando eu me desligo do corpo, trabalho com o Comando Ashtar. Sou o 14º comandante desse Comando, e me chamo Comandante Amirom. Na Terra eu represento a força do Arcanjo Miguel, e já utilizei essa força na defesa de outras sementes estelares. Esses colegas de trabalho têm diversas designações. Os mais conhecidos são: Mensageiros da luz, Missionários de Jesus, Guerreiros da Luz, Trabalhadores da Luz, Sementes Estelares, entre outros.

O que fazemos pela Terra e seus habitantes? Uma das coisas que temos que fazer é exatamente o que estou fazendo agora: esclarecendo sobre o que é a vida, o que somos, e o que estamos vivendo no momento. Mas isso é excepcional, pois devemos somente falar sobre esse assunto quando as pessoas demonstram interesse. Mas como a minha palestra já mencionava o tema, ninguém está assistindo obrigado e nem contra a vontade, pois tem o livre arbítrio de se levantar e sair. Como não saiu, está interessado em saber, e já deu um grande passo rumo a sua evolução. Mas também agora não pode mais ter a desculpa do: eu não sabia! No espiritismo há esse ditado: Quanto mais se sabe, mais responsável se torna.

Outra grande função, e talvez a mais importante, são as reuniões para meditações dirigidas para aumentar a frequência vibratória do planeta e da civilização. Essa é uma luta ferrenha, pois enquanto mandamos energias de luz para limpar o astral da Terra, os habitantes mandam energias negativas, e mandam até sem perceber, pois cada ação, cada palavra, pensamento emite energias que vão para o astral e se desdobra, voltando para o emissor, obedecendo a Lei da atração. Uma simples fofoca, uma simples inveja, só para citar algo bem corriqueiro na humanidade, já emite energias negativas. Perceberam como o nosso trabalho é duro e constante?

E mesmo com todos os contratempos energéticos emitidos pela humanidade, conseguimos que a profecia da hecatombe total, tal como aconteceu com a Atlântida, que seria em 21/12/2012, não mais acontecesse. Conseguimos que a Terra não sofra mais um evento catastrófico em nível mundial. Isso já saiu de todos os futuros possíveis da Terra! Vitória da Luz.

O mais gozado para mim foi o que aconteceu com o meu grupo na época pré fim do mundo, o fim do calendário Maia.

Eu fiz uma reunião onde tinha aproximadamente umas 50 pessoas, inclusive de Portugal e do Chile. Nessa reunião canalizei um ser de uma vibração altíssima, que acabei confundido com o Criador, mas até hoje eu não sei qual foi a entidade. Foi tão forte a energia e a mensagem tão clara, que no meio da mensagem eu parei e pensei: “mas eu estou falando por Deus?” Mas segui em frente, e a ideia principal da mensagem foi que nós já tínhamos atingido o quantum de luz necessário para que nada acontecesse em 21/12/2012.

Passamos a data sem qualquer atropelo e ai convoquei uma reunião chamando os trabalhadores para continuar a emissão de luz e agradecer à espiritualidade pela passagem tranquila daquele marco de 21/12/2012. Compareceram somente alguns daqueles quase 50 da reunião anterior. Alguns dias depois me encontrei com alguns, e para meu espanto, a resposta foi quase a mesma: “Ah, estou decepcionado por não ter acontecido nada naquele dia!” No dia do fim do mundo! E eu respondi: “mas nós nos reuníamos exatamente para que nada acontecesse!” O que eles estavam querendo? O fim do mundo? Esses que não compareceram e se decepcionaram, não mais apareceram. E é com reações assim que a espiritualidade tem que trabalhar.

Mas explicarei a causa disso. Todos os voluntários para esse tipo de trabalho, que acontece por todo o Universo, sabem das condições de trabalho em cada orbe. Aqui na Terra, todos os voluntários – todos Mestres -, sabiam que ao encarnarem perderiam a consciência de quem eram, pois qualquer encarnado tem que seguir e obedecer as regras de vida de cada orbe, e aqui na Terra existe o véu da carne, que esconde o lado espiritual, perde-se a memória das vidas anteriores, além de ter o livre arbítrio, o que acarreta ser pego na roda da sansara, ou seja, adquire-se carmas em cada ação de baixa energia, então o Mestre vai se enredando nessa prisão e para se livrar tem que galgar toda a escala frequêncial novamente, coisa que já fez antes para se tornar um Mestre.

Exatamente por esse risco, que os nossos irmãos cósmicos, que os chamamos de Mestres Ascensos, Arcanjos, Anjos, etc., vivem nos mandando mensagens nas quais dizem que nos admiram e nos amam muito além do que podemos imaginar!

Falta pouco para eu encerrar.

Lá no início eu falei que existem vários Deuses, e fiquei de explicar isso. Agora já está mais fácil fazer-me entender, devido ao que já falei. A vida é uma constante evolução desde que a centelha divina abaixou no grau máximo a sua vibração, para depois ir experienciando a evolução de acordo com a vida que leva. Vai subindo os degraus da escada evolutiva, até chegar ao último patamar, que é a Fonte. Então essa centelha divina pode escolher entre se juntar novamente com a Energia Primordial, reintegrando-se novamente, ou ficar separado para criar outro mundo! E assim fica sendo o Deus/Deusa desse novo mundo, ou Universo. Portanto, a Energia Primordial é única, mas Ela pode se subdividir e ficar apartada da Fonte.

E assim creio que não deixei de citar tudo o que pretendia mostrar para vocês. Tem mais coisas, tem sim, muitas mais, mas o tempo, que não existe no astral, aqui existe, e custa caro!

E qual a finalidade dessa palestr? A principal foi tentar abrir a consciência de pessoas aqui presente, para algumas verdades dessa vida, pois isso ajudará a aumentar o nível consciêncial da humanidade, ajudando, assim, à ascensão de Gaia e de parte de seus habitantes.

Obrigado e desculpem-me pela longa palestra. Fiquem na paz de Jesus.

Namastê!

Bill Shalders

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

13 respostas para AS INFINITAS MANIFESTAÇÕES DIVINAS Ou ASPECTOS DA DIVINA CONSCIÊNCIA CÓSMICA – UMA É VOCÊ

  1. Cid Monteiro Prates disse:

    Amigo Bill, Comandante Amirom! Gratidão por compatilhar sua palestra, a cada
    momento novas informações, novos conhecimentos, quanta alegria e bem estar sinto eu. Luz e Paz

  2. Yvone disse:

    Interessante. Estudo isso na Escola Vida de Hilario Trigo.

  3. Ana Rozeli Gleden disse:

    Obrigada pelos esclarecimentos a muito tempo venho estudando a parte espiritual e sempre tem novidades quanto mais informações tenho mais quero saber que Deus abençoe você sempre

  4. Ana Luiza Bottura disse:

    Sensacional, obrigado pelo seu trabalho ,pra min…foi muito esclarecedor.

  5. Eliane Barros Abreu disse:

    Estava aguardando sua palestra e fiquei feliz com o conteúdo enriquecedor. Sou uma questionadora desde os 6 anos, qndo no catecismo fiquei sabendo sobre o Limbo, como a criança que não foi batizada merecia ficar na escuridão eterna? Depois foi o inferno, como assim? Ninguém me respondeu a contento. O espiritismo me abriu a consciência, meu continuo procurando respostas e muitas delas são respondidas por você, amigo. Seguirei em frente, na busca. Gratidão imensa! Namastê!!!

  6. Eliane Barros Abreu disse:

    Num seminário que participei no Rio de Janeiro, uma Monja Budista falou pouco sobre isso. Fiquei muito interessada pois ia de encontro a minha eterna curiosidade. Você, Bill, acrescentou mais conhecimento, vou procurar, pesquisar mais. Agora, a minha primeira revolta com o catolicismo, eu tinha 6 anos quando no catecismo falaram sobre o Limbo e eu não me conformei com a explicação, depois como você, foi o inferno. Como? Fogo eterno? Agora tenho mais certeza que estava no lugar errado! Gratidão pelos esclarecimentos valiosos. Seguirei na busca! Namastê!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *