AS LIÇÕES DA VIDA

Quantas lições se apresentam em nossas vidas, e às vezes nem as percebemos, ou só as entendemos muitos anos depois, se tivermos a chance de vivermos até aquele momento da percepção. Digo isso por que muitas almas desencarnam antes de entenderem certos eventos em suas vidas. Algumas têm a chance de entender no pós vida, e a lição é aproveitada, e as demais terão que vivê-las novamente em outras encarnações.

Às vezes as lições são aprendidas no mesmo momento, basta estar aberto para perceber. Infelizmente muitas pessoas jamais despertam para o fato de que estão encarnadas para viverem experiências e lições de vida, e assim evoluírem espiritualmente. Elas simplesmente vivem para satisfazer o invólucro carnal, e assim, na maioria das vezes ficam infelizes quando as lições se apresentam, pois jamais vão entender o porquê daquele momento.

É crucial entender que não encarnamos para sermos infelizes! Traçamos as nossas vidas (sim, você participou do plano encarnatório de suas vidas) em função do que pretendíamos aprender. Digo “pretendíamos”, pois nem sempre conseguimos entender todas as lições que se apresentam, e o que não aprendemos fica para uma próxima encarnação. O nosso estudo nos dá o conhecimento do que é a vida na matéria, e nos mostra o caminho de que o nosso espírito, que é o seu verdadeiro eu, já tem esse conhecimento e para acessá-lo, temos que entrar no modo “silencioso”.

Quando você entra no modo “silencioso” (meditação), o que requer prática para conseguir silenciar a sua mente, o seu ego, você terá intuições ou mesmo visões do que se propôs a relembrar, ou se não pensou em algo, os seus Mentores lhe mostrarão passagens de suas vidas passadas que lhe ajudarão nessa vida atual.

O livre arbítrio que trazemos para essas vidas na Terra atual (nem todos os orbes têm vidas com o livre arbítrio, tal como podem não ter o véu da matéria) é que faz com que sejamos felizes ou infelizes. Ele só serve para as nossas reações diante das circunstâncias que se apresentam, pois todas as lições foram pré-programadas em nosso plano encarnatório. Se temos o conhecimento do que é a vida, reagimos de forma positiva, sabendo que fomos nós que solicitamos aquelas provas. Mas se não temos o conhecimento (ignorância espiritual), se as lições forem duras, sofreremos muito mais, achamos até que “Deus está contra nós”, que “atiramos pedra na cruz”, que só viemos para essa Terra para sofrermos, etc..

É triste ver almas irmãs que têm até medo de saber a verdade espiritual, principalmente nesses tempos de fim de ciclo. Elas têm medo quando falamos em espírito, pois pela ignorância espiritual, acham que os espíritos são “fantasmas” que podem lhes atacar sem que elas saibam se defender (ideias impostas subjetivamente pela matrix através de filmes, livros, novelas, religiões, etc.). Também têm aquelas que estão tão arraigadas nos dogmas religiosos, impostos por suas religiões, também com intervenções subjetivas da matrix, que elas preferem ficar no “conforto de suas crenças”! Essas terão grandes surpresas, que num primeiro momento lhes serão tremendamente desagradáveis, quando o verdadeiro apocalipse acontecer. Lembrando que apocalipse quer dizer revelação, revelação da verdade, onde toda a ilusão lhes ensinada, propositalmente errada, serão desmascaradas.

Nesse instante, caberá aos realmente despertos, ajudarem essas almas que ficarão “sem chão” no momento que descobrirem que estavam vivendo dentro de uma grande mentira, que estavam presas dentro de uma ilusão (matrix).

Por agora é só. Fiquem na paz de Jesus.

Obs.: mais uma vez comecei a escrever pensando de uma maneira bem diferente da que acabei sendo “conduzido” a escrever. O título ficou o mesmo, pois eu ia falar somente sobre certas lições, inclusive iria dar exemplos de certas lições que eu tive, sendo que algumas eu soube na hora, e outras que fui descobrir os ensinamentos ou razões, muitos anos depois.

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.