COMO ATINGIR A PLENITUDE DA MENTE – MEDITAÇÃO

Procure um lugar calmo, sem barulho. Para se concentrar é importante escolher um lugar silencioso e sem distração. Desligue os aparelhos eletrônicos em sua volta para não ter interferências. Pode colocar uma música relaxante, bem baixa, como fundo musical.

Ache uma posição confortável para não ter incômodos durante a meditação. Você pode ficar deitado ou sentado, com olhos preferencialmente fechados para não ser distraída pela visão, ou o que for melhor para você.

Ajustada confortavelmente, comece a sentir suas sensações corporais, o contato com a cadeira, poltrona, cama ou tapete e a temperatura da pele. Aos poucos, concentre nos movimentos do corpo durante a respiração, acompanhando o ar entrando e saindo do corpo pelo nariz, no tórax (pulmãoes) e abdômen.

Então acompanhe a sua respiração contando até 4: Comece a inspirar contando até 4, ou seja, a inspiração deve durar o tempo d você contar até 4. Então segure e conte até 4, e solte contando até 4. Ou seja, a expiração deve demorar o tempo de contar até 4. Ao esvaziar o pulmão, prenda a respiração e conte até 4, e volte a inspirar, contando até 4. Ou seja, respire durante o tempo de contar até 4, segure contando até 4, solte contando até 4, e segure contando até 4. Isso ajuda a controlar a respiração e impede as distrações mentais.

Ao aparecer alguma distração, pensamento ou preocupação, apenas perceba e deixe ir, sem se prender ou julgar, e volte a se concentrar na respiração.

Quando dominar a sua respiração, pare de contar e esvasie a mente, ou seja, fiquer sem pensar. Isso é o que lhe proporciona o relaxamento de todas as células de seu corpo, propiciando o bem estar. Podem reaparecer as distrações mentais, então siga a orientação acima.

Também podem aparecer visões durante esse esvaziamento da mente. Acompanhe-os. Se forem visões do cotidiano, é a sua mente lhe distraindo, então siga novamente a orientação já dada. Mas as vezes são visões de coisas “desconhecidas”, então só fique olhando, seguindo o fluxo das imagens. Elas são revelações! É como um filme passando muito rápido na sua frente. NÃO QUESTIONE, SÓ OBSERVE. SIGA O FLUXO DAS IMAGENS.

Antes de terminar, foque novamente em sua respiração e para as sensações do dorpo, e vai mexendo, devagar, os dedos, as mãos, os pés, os braços e as pernas, e aos poucos termine a meditação.

Nem sempre você conseguirá ser bem sucedida no início. Como tudo na vida, necessita de prática, constante. Procure fazer sempre no mesmo horário.

Boa prática. O seu Espírito e o seu corpo agradecerão! Você se sentira melhor, com mais saúde e disposição, além de mais feliz e mais alegre com a vida!

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *