MUDANDO O NOSSO MUNDO

Você quer paz. Você quer que todos sejam gentis, que vivam felizes, sejam alegres, exalem amor. Sim, esse é o desejo de TODAS as almas viventes que não tem mais o sentimento de poder sobre os outros.

Mas infelizmente se acha incapaz de ir contra o tipo de sociedade estabelecida por um “governo oculto”, que escravizou o mundo dentro de seu sistema controlado pelo poder aquisitivo, seja em qual for sistema político, pois em qualquer um, quem traça os rumos são os governantes, que em sua esmagadora maioria serve ao GO, ao serem manipulados, mesmo sem o saber.

Mas você começa a ser capaz de mudar esse establishment do GO quando aceita que ele existe. Esse é o passo mais importante, pois é muito difícil aceitar que você foi escrava durante toda a sua vida, até despertar para essa realidade.

O GO comanda todas as indústrias mais importantes da Terra. Comanda as economias, principalmente através do sistema monetário e dos bancos, comanda a indústria de entretenimento, induzindo as mentes a aceitarem e seguirem os modelos do que estão assistindo. Domina as mídias, também induzindo as mentes que as seguem, simplesmente suprimindo as boas notícias e mostrando somente o que lhes ordenam. Comandam as indústrias alimentícias, colocando todo tipo de “venenos” nas plantações e na alimentação dos animais que ainda servem de comida a maioria da população, além de modificarem geneticamente muitos grãos. Também comandam parte das indústrias de bens de consumo, ditando todos os tipos de normas que só beneficiam aos seus interesses, chegando mesmo a eliminar os inventores e as suas descobertas que poderiam facilitar a vida dos habitantes ou ir contra certos produtos que eles dominam. Interferem até em certas religiões, modificando as verdades espirituais para tornarem os seus fiéis em almas amedrontadas com a ira divina, com os castigos de Deus, tornando os fiéis de outras crenças como inimigos. Mais talvez a pior intervenção desse GO seja o comando da indústria farmacêutica e seus derivados, colocando agentes nocivos nos remédios para provocarem reações ou efeitos colaterais, propiciando mais vendas de outros remédios. Inoculam agentes de outras doenças em vacinas, que procuram tornar obrigatórias. Em laboratórios produzem agentes de novas doenças, para logo após o surto, aparecem com vacinas ou remédios próprios, cujo valor de venda torna-se estratosférico devido a “urgência” de uma cura.

E todos nós estamos passando por um momento que prova essa manipulação. Não são somente as mensagens de nossos irmãos do outro lado da vida falando que esse vírus foi fabricado em laboratório. Um cientista japonês, premio nobre de ciência, também disse que é um vírus artificial, após analisá-lo. E logicamente a mídia oficial não divulga essa informação, assim como a OMS, totalmente dominada pelo GO, deixou de informar por dois meses que esse vírus já estava se espalhando pela China.

Mas voltemos ao bom combate contra esse establishment. Todos esses domínios das diversas indústrias tem o maior objetivo de manter grande parte da população num nível de pobreza e de extrema necessidade, o que a faz aceitar o seu “destino”! E é exatamente aí o ponto fraco do GO.

Se cada alma desperta começar a ser realmente caridosa, ajudando de qual forma lhe for possível aos mais necessitados, doando comidas, roupas, utensílios, ou mesmo quem puder, doar tempo de trabalho, ajudando asilos, orfanatos, casas de abrigo, etc,. Lembrem-se de que “fora da caridade, ou seja, fora do amor não há salvação” – Chico Xavier.

Se cada alma que quer ver a mudança no mundo começar a muda-lo, iniciando por suas próprias ações, ou seja, mudando as suas atitudes, passando de passivas para proativas, o mundo começaria a mudar.

Lembrem-se que uma pessoa sem fome tem tempo de “pensar”, que é a primeira ação para começar a mudar. Quem tem fome, passa frio, só pensa em vencer esse momento, seja de qual forma for, até “apelando” para formas agressivas.

Mas o principal fator de benefício a todos é a emanação energética. Primeiro, quem passa a fazer caridade emite belas energias, e quem as recebe também emite energias de gratidão, além de deixar de emitir energias de tristeza, raiva, ódio, além de deixar de agir erroneamente para acabar com aquele sofrimento. Ou seja, a concentração energética no astral da Terra começa a se tornar mais leve. Todos os pensamentos e ações emitem energias.

Se não temos condições de combater fisicamente o GO, combatemos energeticamente. É demorado, mas é o início. Devemos nunca nos esquecer de que os membros do GO são seres que se alimentam de energias negativas (medo, doenças, fofocas, ira, etc.) – a vida física está sempre ligada à dimensão astral, a espiritual – e ao aumentarmos a emanação de energias de alta vibração, começamos a tornar o ambiente energético da Terra desconfortável para eles. Foi a baixa vibração do coletivo da Terra que propiciou essa “invasão e domínio”.

Não devemos jamais deixar de fazer a nossa parte, que é o que conseguimos fazer, cada um dentro de suas reais limitações. Não podemos ficar a mercê somente do movimento das forças de resistência, pois tudo isso depende de movimentos de forças físicas, tanto a favor como as reações do lado contrário.

O movimento que estou mostrando não tem reação contrária, pois eles não conseguem parar a emissão das energias do amor, que engloba todas as energias da caridade, da atenção, do altruísmo, da alegria de servir, do dar e receber.

Façamos a nossa parte, o que podemos realmente fazer. A mudança começa por cada um que quer a mudança. Não adianta só ler ou falar, tem que agir.

E assim é.

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.