SEJAMOS O EXEMPLO

Mas que mundinho difícil de viver! A esmagadora maioria só tem os sentidos da matéria, sem qualquer ligação com a vida espiritual, a não ser pela sua fé, pelo conhecimento latente em seu interior, muitas vezes esquecido pelos problemas do dia a dia, até mesmo pelos da sobrevivência. E os que têm fé ainda seguem uma fé imposta por religiões também impostas.

Estamos vivendo numa época impar, inédita no Universo, então estamos como se fossemos cobaias num laboratório em plena etapa de testes, exatamente aquela que ninguém sabe ainda o que sucederá. A única coisa que se sabe é o resultado final, que é a ascensão, mas o que sucederá nesse meio tempo ainda é uma incógnita! E esse meio tempo pode durar muitos e muitos anos.

Mas não somos “ratos de laboratório”, que são cobaias sem seus consentimentos! Nós viemos sabendo totalmente o que nós poderíamos passar, e poderíamos passar por momentos bem piores do que estamos passando, se não tivéssemos uma gama de seres despertos.

Todos vocês que estão lendo essas palavras vieram sabendo de tudo, portanto não maldigam esses momentos difíceis, pois sabíamos que teríamos que passar por eles, só que o véu da carne embotou os nossos sentidos espirituais.

Cada um que continua a ler está num nível de despertamento próprio, mas todos já se conscientizaram que o mundo não é somente o que os sentidos do corpo físico sentem, veem ou ouvem, e por isso almejam que aconteça algum fato que demonstre a realidade escondida da “carne”, e assim propiciar um despertamento global, o que aceleraria a ascensão, que é a meta final dessa nossa missão.

Mas tudo está andando conforme o plano estabelecido pela Providência Divina, só que o andamento dos acontecimentos depende das ações da coletividade da humanidade, e essas ações dependem da ação de cada alma incorporada. Mas como a maioria da humanidade ainda não despertou para a realidade dessa vida, tudo ainda depende do trabalho das almas despertas! E não pensem que por ainda sermos poucas almas, que não influenciamos a coletividade! Cada ação de uma alma desperta influencia o todo! O futuro de uma civilização pode ser modificado se apenas 7% da humanidade agir da mesma forma!

Então, não pense que as suas ações, suas palavras e seus pensamentos não estão influenciando a linha de tempo que a humanidade estará seguindo. Tudo depende de cada alma desperta, e você é uma! Se não fosse, já teria parado de ler!

E o que devemos fazer? Nada além de sermos amor. Olhar para tudo e todos com um olhar compreensivo e amoroso, sabendo que tudo e todos são divinos, cada qual num grau de evolução, e dentro desse olhar, cada alma pode atingir a compreensão total dos atos insanos cometidos pelas almas ignorantes espirituais, que fazem o que fazem por não terem aprendido o que é a realidade da vida.

Lembrem-se que o que se ensina nesse mundo é a lei da sobrevivência, que somente os mais fortes vencem na vida! Como uma alma pode se virar para o amor se foi “educada” para ser superior às demais? E foi exatamente por isso que NÓS VIEMOS, para mudar esse entendimento, que em vez de “pisar” nos outros, devemos oferecer a mão, a ajuda, e vivermos todos emanando amor.

Então não julguem os malfeitores, os maus políticos, os vizinhos chatos, os aproveitadores, os viciados, e todos os que vivem a margem do amor, pois ainda estão aprendendo a viver, além de não terem tido os exemplos da boa conduta! Sejamos nós os exemplos para eles, e assim cumprimos o que viemos fazer.

Mas também não se reprima ou se julgue se algumas vezes você sentir raiva de algo ou de alguém, se tiver vontade de mandar tudo para as favas, uma vez que estamos num mundo difícil e repleto de provas a cada instante. Como disse uma vez Pai João de Aruanda, podemos “chutar o balde” vez ou outra, não sempre, mas por poucos minutos, e depois voltar ao equilíbrio.

E assim é.

Obs.: eu achava que tinha terminado essa mensagem/artigo, mas além de não salvar, não postei em qualquer lugar. Alguma coisa não me deixava fazer isso. Depois de 1 hora é que me veio à mente esse último parágrafo, e ai sim, pude considerar completo.

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.