SOMOS TODOS UM

Vamos entender esse axioma, uma vez que várias mensagens define cada alma como única, e sim, cada espírito tem a sua energia diferenciada dos outros.

E por que somos diferenciados dos outros espíritos/energias? Pois a Fonte quer experienciar cada uma delas, uma vez que cada energia tem a sua escala evolutiva diferente das outras. Se fossem todas iguais, não existiria a infinita diversidade da vida.

E novamente caímos no axioma que SOMOS TODOS UM! Mas não acabei de falar que somos únicos em nossa energia?

Primeiramente todas as energias existentes vieram da mesma Fonte, portanto, nesse sentido, temos todas a mesma essência. Mas mesmo assim somos diferenciadas de todas, mas somos um!

Esse axioma quer nos informar que, além de termos a mesma essência inata, tudo o que fizermos atingirá as outras, mas dentro de certos limites de atuação de nossa energia, bem além do nosso campo energético (aquele que define o seu ser). Cada ser tem um campo energético a sua volta, e a extensão depende do quantum energético tem o seu ser.

E quais são esses limites de atuação de nossa energia? Vou me restringir a responder sobre a capacidade dos atuais humanos que estão vivendo atualmente na Terra, sejam encarnados ou desencarnados. A atuação energética de todos os seres é proporcional a sua frequência vibracional. Tudo o que fazemos, pensamos e falamos, emite energia (todos os despertos já sabem disso), e parte dessa energia vai para a energia coletiva em volta do planeta e a outra parte é atraída magneticamente pelo DNA cósmico do emissor. Essas energias é que definem o futuro do coletivo e da cada ser. As energias acumuladas em cada ser são definidas como “karma”. No coletivo, dependendo das energias emitidas a cada instante, vai se estabelecendo os futuros prováveis de acordo com a frequência vibratória do conjunto das energias acumuladas. Essa é uma das razões que “profecias” nem sempre acertam, pois são feitas com as energias vistas naquele instante da leitura energética.

Então, somos todos um por sermos influenciados por todas as energias emitidas por cada ser vivente na Terra. A isso foi dado o nome de “Efeito Borboleta”! E esse efeito é utilizado nas meditações coletivas, que ao atingirem um “quantum” energético, modifica a direção dos futuros prováveis.

Espero ter esclarecido um pouco sobre o que somos e como influenciamos a todos dentro de nosso campo de atuação energética.

E para terminar, devido a essa “Lei Universal”, somos esclarecidos, constantemente, dentro de algumas mensagens de nossos irmãos cósmicos com a máxima: “Orai e vigiai”, pois não só o seu destino está em suas ações e pensamentos, mas também a coletividade, pois SOMOS TODOS UM!

E assim é.

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.